Dermatite – Alívio para pele com o uso de “corticoides like”

Alívio para a pele


Alternativas aos corticoides apresentam resultados satisfatórios para dermatite e
psoríase reduzindo os efeitos colaterais.


Os pacientes com doenças de pele crônicas, como dermatite atópica e psoríase, podem ter esperanças de um tratamento que reduza os sintomas sem provocar efeitos colaterais perigosos. Começam a surgir no mercado opções de ativos, alguns de origem vegetal que, aplicados sobre a pele, reduzem as lesões provocadas pelas doenças de forma similar ao mecanismo de ação dos hormônios corticosteroides. São os chamados corticoide-like. As glicoproteínas que atuam na resposta imune, unindo-se aos receptores nas membranas celulares para transmitir as informações que agem como modificadores da resposta biológica quando ocorre um desequilíbrio. Na prática, os peptídeos evitam que o estímulo inflamatório provoque uma reação exagerada no organismo.

Para pacientes de dermatite atópica a pele precisa ser acompanhada de muita hidratação e devem ser priorizados ingredientes naturais, que tendem a ser biocompatíveis e a irritar menos a pele sensível. Como os Óleos de girassol, soja, milho e argan são opções interessantes.

 

Por que substituir os corticoides?


Com poderosa ação anti-inflamatória e, portanto, resultados rápidos, os corticoides vêm sendo usados no tratamento de inúmeras patologias, especialmente as autoimunes. Eles têm a capacidade de penetrar na membrana celular e interagir com o DNA, regulando a ação de genes responsáveis pelos mediadores da inflamação (como as citocinas), de enzimas e de moléculas que contribuem para os quadros inflamatórios.
Entretanto, para que o uso desses hormônios seja seguro, é importante que seja feito de forma controlada e com acompanhamento médico. Pacientes crônicos, como é ocaso daqueles que sofrem com a psoríase e a dermatite atópica, precisam enfrentar o aparecimento cíclico dos sintomas. A repetição do uso de corticoides, principalmente quando ocorre automedicação, pode ser perigosa.


O uso prolongado está relacionado a uma série de sintomas adversos, passando por perda de massa óssea, inchaços, ganho de peso, aumento de celulites e estrias, apetite descontrolado, aumento da produção de pelos no corpo e no rosto e fraqueza, além de afinamento da pele, gastrite, úlcera, problemas nos dentes, miopia, glaucoma, catarata, osteoporose, insônia, depressão, acne, hipertensão e diabetes. Pior ainda, o uso prolongado dos medicamentos à base de corticoide pode inibir a produção natural do cortisol, desequilibrando o organismo como um todo.

Dermatite - Alívio para a pele com "corticoides like"

Relatest posts

candidiase vulvovaginal

Deixe seus comentários

Top