MARACUJÁ EXTR. SECO 100MG 60CÁPS

0 Pedidos
#
Em Estoque
R$17,00

Descrição

Nome Botânico: Passiflora incarnata L.
Família: Passifloraceae.
Parte Utilizada: Folha e caule.
Sinônimos: Passiflora coerulea L.; Passiflora alata Dryand; Passiflora quadrangularis L.; Passiflora ligularis Juss., Passiflora rigidula Jacq., Granadilla incarnata Medik.

PROPRIEDADES:
– Ação sedativa do SNC,
– Tranquilizante,
– Prolonga o período do sono,
– Diminui ansiedade,
– Diminui sintomas da menopausa;
– Combate a Insônia;
– Trata Nevralgias;
– Tem ação contra a asma.

MODO DE USAR:
Tomar uma cápsula à noite.

Mais informações:

Devido às frações de alcaloides e flavonoides, o maracujá age como depressor inespecífico do SNC, resultando em ação sedativa,tranquilizante e antiespasmódica da musculatura lisa. A passiflorina é similar à morfina e é um medicamento de grande valor terapêutico com€o sedativo e que apesar do narcótico, não deprime o SNC. O seu uso diminui por instantes a pressão arterial e ativa a respiração, deprimindo a porção matriz da célula. Possui efeitos analgésicos o que justifica o seu emprego nas nevralgias.

Contraindicações:
Pessoas com hipotensão. Em geral o Maracujá é muito bem tolerado, porém doses elevadas podem provocar náuseas e vômitos (devido ao seu sabor amargo), cefaleias, taquicardia, diminuição do tempo de reação frente a estímulos externos, podendo chegar inclusive a convulsões e até parada respiratória.

Não é recomendado o uso de medicamentos a base de Maracujá durante a gravidez e lactação.

Interações:
Pode ocorrer potencialização dos efeitos do álcool, anti-histamínicos e do sono induzido pelo pentabarbital e também dos efeitos analgésicos da morfina. Pode provocar um bloqueio parcial do efeito das anfetaminas. Pode ser associado com valeriana e lúpulo nos casos de insônia.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.